Magnetismo e Espiritismo…

fractal2

O Magnetismo existe desde a origem do universo. Em todos os corpos, todas as partículas existentes na natureza, no micro e macro universo, o magnetismo se faz presente e é através desse “fluído elétrico”, que todos nós, os seres pensantes se atraem ou se repelem, se influenciando mutuamente de acordo com suas emoções, pensamentos e sentimentos.

Desde os mais remotos registros antropológicos e sociológicos podemos observar a utilização do magnetismo como método de cura, fortalecimento orgânico e fisiológico e também como forma de conservação de corpos, como por exemplo, o comportamento mortuário das antigas civilizações com os embalsamentos de cadáveres.

Em “O Livro dos Espíritos” (Allan Kardec), os espíritos já nos sinalizavam para o magnetismo na resposta ao item 388 do capítulo “Simpatias e Antipatias Terrenas”:

388- Os encontros que se dão algumas vezes entre certas pessoas, e que se atribuem ao acaso, não seriam o efeito de uma espécie de relações simpáticas?

– Há entre os seres pensantes, ligações que ainda não conheceis. O Magnetismo é a bússola desta ciência, que mais tarde compreendereis melhor.

Essa resposta coloca o magnetismo como o impulso dessa ciência, ou seja, ele é o comando que age para que haja esses encontros quando necessitamos da convivência com alguém, sempre visando o progresso espiritual de todos. Convém, por outro lado ressaltar, fazendo aqui uma citação a Jacob Melo, em seu livro “Cure-se e Cure pelos Passes”, que “sempre que os espíritos se referem ao fluído magnético, estão fazendo referência aos fluídos vitais e espirituais e não aos campos magnéticos como a Física determina e domina”.

Estamos todos nós, o tempo todo, numa constante troca de energia que se dá através de ondas eletromagnéticas, e essas ondas são constituídas de fótons, que atuam sobre as partículas do ambiente e dos corpos, tendo o pensamento como o veículo que determina a sua ação, podendo ser benéfica ou maléfica, conforme a fonte que o irradia.

Por fim, não podemos desvincular o magnetismo da ciência espírita, uma vez que, todas as manifestações espíritas têm a sua origem e fundamentação nos fenômenos de ordem magnética. Como a doutrina espírita poderia em seu aspecto científico estudar as manifestações mediúnicas, o passe, as curas, sem adentrar nesse mister?

Carlos Pereira

Referências:
Livro dos Espíritos (Allan Kardec)
Cure-se e Cure pelos Passes (Jacob Melo)
Revista Cristã de Espiritismo, Nelson Moraes, edição 46

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s