Espiritismo – Como o Espiritismo vê o alcoolismo e suas causas?

1394457017

Como o Espiritismo vê o alcoolismo e suas causas?

No meio espírita, já faz muito tempo, é conhecida a relação que existe entre o vício do alcoolismo e a obsessão.

No capítulo de abertura do livro Diálogo dos Vivos, publicado mais de trinta anos atrás, Herculano Pires escreveu que a obsessão mundial pelo álcool, no plano humano, corresponde a um quadro apavorante de vampirismo no plano espiritual.

O fato é de fácil compreensão. A dependência do álcool prossegue além-túmulo e, como o Espírito não pode obtê-lo no plano extrafísico em que agora reside, ele só consegue satisfazer a sua compulsão pela bebida associando-se a um encarnado que beba, como André Luiz mostra em sua obra psicografada pelo médium Francisco Cândido Xavier.

Cornélio Pires, o poeta caipira, valendo-se da mediunidade de Chico Xavier, disse certa vez a um amigo, que o consultou sobre o tema, que cachaça “recorda simples tomada que liga na obsessão”. E, concluindo sua mensagem, vazada em trovas, afirmou: “Eis no Além o que se vê, seja a pinga como for, enfeitada ou caipira, é laço de obsessor”.

É exatamente esse vampirismo espiritual que explica o motivo de ser o alcoolismo considerado uma doença progressiva e incurável, segundo a Organização Mundial de Saúde.

Jornal : O Consolador
2007 – nº 8
Anúncios
Esse post foi publicado em artigos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s