Natureza das Penas e Gozos Futuros – O Livro dos Espíritos

pla

Questões 979 a 982

Respostas dos guias espirituais para Allan Kardec no Livro dos Espíritos.

979. As provas que alma ainda tenha de sofrer para concluir a sua purificação não serão para ela uma causa de penosa apreensão, que perturba a sua felicidade?

“Para a alma ainda maculada, sim. É por isso que ela não pode gozar de perfeita felicidade senão quando estiver completamente pura. Mas, para a alma que já se elevou, nada tem de penoso o pensar nas provas que ainda haja de sofrer.”

Comentário de Allan Kardec:

A alma que chegou a certo grau de pureza já goza da feliicidade. Um sentimento de doce satisfação a envolve. Sente-se feliz por tudo o que vê, por tudo o que a cerca. Levanta-se para ela o véu que encobria os mistérios e as maraVilhas da Criação e lhe aparecem as perfeições divinas em todo o seu esplendor.

980. O laço de simpatia que une os Espíritos da mesma ordem constitui para eles uma fonte de felicidade?

“A união dos Espíritos comprometidos com o bem, é para eles, um dos maiores prazeres, porque não temem ver essa união turbada pelo egoísmo. Nos mundos totalmente espiritualizados, eles formam famílias unidas pelo mesmo sentimento, consistindo nisso a felicidade espiritual, do mesmo modo que no vosso mundo vos agrupais em categorias e experimentais certo prazer quando vos achais reunidos. A afeição pura e sincera que experimentam, e da qual são o objeto, é fonte de perene felicidade, pois lá não há falsos amigos nem hipócritas.”

Comentário de Allan Kardec:

Na Terra, o homem goza das primícias dessa felicidade quando encontra almas com as quais pode confundir-se numa união pura e santa. Em uma Vida mais depurada, esse prazer será inefável e ilimitado, pois ai ele só encontrará almas simpáticas, que o egoísmo não arrefece. Tudo é amor na Natureza: o egoismo é que o mata.

981. Em relação ao estado futuro do Espírito. haverá difeerença entre aquele que em vida temia a morte e aqueele que a encara com indiferença e mesmo com alegria?

“A diferença pode ser muito grande. Entrctanlo. (kksaparece muitas vezes diante das causas que deterrminam esse temor ou esse desejo. Seja porque a tema, seja porque a deseje. o homem pode ser impelido por sentimentos muito diversos e são estes sentimentos que influem no estado do Espírito. É evidente, por exemplo. que naquele que deseja a morte unicaamente porque vê nela o termo de suas tribulações, há uma espécie de queixa contra a Providência e contra as provas que deve suportar.”

982. Será necessário que professemos o Espiritismo e creiamos nas manifestações espíritas para garantirmos a nossa sorte na vida futura?

“Se assim fosse, todos os que não crêem ou não tiveram oportunidade de esclarecer-se estariam deserdados, o que seria absurdo. É o bem que garante a sorte futura. Ora. o bem é sempre o bem, seja qual for o caminho que a ele conduza.” (ver questões 165-799)

Comentário de Allan Kardec:

A crença no Espiritismo ajuda o homem a se melhorar, ao lhe firmar as idéias sobre certos pontos do futuro. Apressa o adiantamento dos indivíduos e das massas, porque permite que nos inteiremos do que seremos um dia; é um ponto de apoio, uma luz que nos guia. O Espiritismo ensina o homem a suportar as provas com paciência e resignação; afasta-o dos atos que possam retardar-lhe a felicidade futura, e é assim que contribui para essa felicidade. Mas nunca se disse que sem ele não se possa consegui-la.

KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. 76.ed. Rio de Janeiro, RJ: FEB, 1995.

olivrodosespiritos

Anúncios
Esse post foi publicado em artigos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s